Direito Aeronáutico Aplicado à Atividade Aérea e à Engenharia Aeronáutica

Palestrante: Daniel Celso Calazans

18 de novembro de 2010 - 20h

Local: A108 - Bloco A - Campus Santo André

 

 

Resumo da Palestra: 

A manutenção e a indústria da aviação, por sua complexidade, têm exigido uma equipe de profissionais que abrange mecânicos, gerentes, inspetores e outros técnicos com a finalidade de realizar e verificar as diversas etapas do trabalho. A exigência desta equipe tem originado também responsabilidade para cada um deles dentro de suas funções. O inspetor, sob pena de responsabilidade jurídica, ao verificar a qualidade do serviço, deve procurar minuciosamente todo e qualquer tipo de falha que possa comprometer a segurança. Esta verificação pode variar de um aperto de parafuso à instalação de dispositivos mais complexos. A negligência e imperícia no desempenho de suas funções têm gerado responsabilidade jurídica aos profissionais dessa área de uma forma totalmente inovadora. Desprezar a incidência do Direito Aeronáutico aplicado a atividade aérea é rejeitável.

 

Sobre o Palestrante: 

Especialista em direito aeronáutico pela Universidade Estácio de Sá, Curso de extensão Universitária em Aeronavegabilidade Continuada e Gerenciamento de Crise pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica, bacharel em direito pela Universidade Salesiana de Lorena. É controlador de tráfego aéreo desempenhando a função de supervisor na Torre de Controle de Congonhas. Membro da Associação Brasileira de Direito Aeronáutico e colunista de Direito Aeronáutico na revista Aviação e Negócios CIA.